Como empreender com pouco dinheiro?

Essa pergunta muitas pessoas que pretendem criar um negócio do zero, fazem antes de começar e por incrível que pareça existe resposta e solução. Afinal de contas se não houvesse, não teríamos tantos cases de sucesso.

Mas para que você se torne mais um desses empreendedores que prosperaram, precisa seguir algumas diretrizes pré-determinadas por alguns especialistas e adotadas por todos.

Índice

1. Plano de Negócio
2. Investimento inicial
3. Planejamento Financeiro
4. Planejamento Tributário
5. Conclusão

Abordaremos o máximo de tópico sem transformar esse post em algo cansativo.

Plano de negócio

Alguma vez na vida você já deve ter ouvido que “ter um plano ruim, é melhor do que não ter nenhum plano”. Apesar de servir para quase tudo na vida, essa frase se encaixa perfeitamente quando pensamos em abrir um empreendimento.

O plano de negócio ajudará você a identificar seu público, a carência de seu produto ou serviço no mercado, a necessidade de fazer estoque, o investimento necessário inicial e uma extensão do próprio plano que abordaremos em tópico próprio, o planejamento tributário. Mais à frente mostraremos a necessidade de ter um.

Investimento inicial

Após a conclusão de seu plano de negócio, você já determinou o valor de investimento necessário para iniciar o projeto e percebe que o dinheiro que você possui não é suficiente. Existem soluções financeiras que auxiliarão nesse início de caminhada e que podem ser muito benéficas apesar das altas taxas de juros praticadas no Brasil. Os empréstimos oferecidos por bancos ou as fintechs de crédito devidamente legalizadas.

É preciso pesquisar tanto os bancos quantos as empresas de tecnologia de crédito pois a diferença percentual pode ser grande. Um exemplo disso é a caixa econômica federal oferencendo crédito pessoal a uma taxa de 3,6% ao mês enquanto uma das fintechs mais conhecida no mercado, a Creditas, oferece o mesmo crédito a uma taxa de 1,15%.

Somente essa diferença de mais de 50% na taxa de juros pode corresponder a uma economia gigantesca na sua prestação mensal.

Planejamento Financeiro

Mostramos o investimento inicial como tópico anterior ao planejamento financeiro de forma proposital para chamar a atenção a um ponto muito importante.

Digamos que seu projeto saia um pouco caro e necessite de um pouco mais de recurso do que se havia previsto anteriormente.

Caso corra tudo bem, os bancos ou qualquer uma fintech de crédito disponibilizará o dinheiro a você, porém o compromisso precisará ser honrado. Portanto tome muito cuidado com a sua capacidade de endividamento, para que não coloque tudo a perder em pouco tempo de vida do seu negócio.

Planejamento Tributário

Esse é um tópico desconsiderado por muitos ao abrir uma empresa. O planejamento tributário é tão importante quanto o planejamento do seu negócios. É tão importante que já deveria fazer parte do plano de negócio.

Muitas empresas abrem falência ou tem sérios problemas financeiros, por desconsiderar a necessidade de elaborar um planejamento tributário juntamente com seu contador caso você não saiba como fazer.

Existem vários regimes de tributação no Brasil hoje como: MEI, simples nacional, lucro presumido e lucro real. Cada um desse possui legislação própria e carga tributária diferenciada com receita federal, INSS, prefeitura, estado e etc.

Portanto, consulte um profissional para que ele o auxilie nessa parte.

Conclusão

Como prometido não nos estendemos demais no assunto para não ficar chato a leitura, mas ainda temos uma pequena informação a passar.

Como investimento inicial, podemos considerar a inclusão de um sócio que tenha o recurso necessário para montar todo o empreendimento ou um investidor que esteja disposto a tocar o projeto sem necessariamente fazer parte do quadro societário.

Enfim, existem diversas maneiras de iniciar um empreendimento mesmo que não tenhamos o dinheiro necessário. A criatividade sempre foi a melhor qualidade de um empreendedor e nunca deixará de ser.

Espero que tenham gostado da abordagem sobre como iniciar um empreendimento com pouco dinheiro e nos vemos na próxima.

5 Idéias de negócios para abrir com pouco dinheiro

Se você chegou até aqui deve estar querendo saber, como abrir um negócio com pouco dinheiro?

Muitas pessoas recorrem a empréstimos pessoais de bancos ou financeiras para iniciar um empreendimento e muitas das vezes não planejam o gasto e não levam em consideração os juros aplicados na operação. Como falamos de negócios de baixo investimento, as pessoas acabam recorrendo a essa modalidade de crédito com juros muitas da vezes bem elevados. Isso é uma das causas de falências por as pessoas que iniciam empresas. Caso você precise de dinheiro para iniciar um empreendimento, mesmo sendo de baixo custo, recorra a empréstimo pessoal com as menores taxas de juros.

Pois bem, hoje isso não é uma tarefa tão fácil quanto muitos falam. Basta pegar um estudo recente realizado pelo SEBRAE e veremos que cerca de 30% hoje em dia dos empreendimentos sobrevivem a dois anos de vida.

Mas não vamos falar dos projetos que deram errado e sim dar alternativas a empreendimentos mais baratos e tratar o diferencial que tem neles para sobreviver nesse mercado competitivo.

O que preciso fazer?

Um conselho simples que posso dar e aparentemente evidente, porém poucos seguem, abra um negócio ao qual você tenha afinidade. Assim você evitará desgostar da atividade na primeira decepção, e acredite você terá algumas.

O segundo conselho, siga a risca as regras descritas no artigo “Como empreender com pouco dinheiro” aqui do blog. Planejamento é tudo dentro desse jogo.

Se você assimilar bem esses dois conselhos, que são apenas iniciais, já poderá dar o próximo passo para saber em que atividade começar.

Índice

1. Motorista de Aplicativo
2. Marketing Multinível
3. Confeiteiro
4. Marketing Digital
5. Técnico de reparo de celular

5 Ideias para abrir um negócio com pouco dinheiro

Caso você já tenha algum projeto ou tenha uma afinidade com alguma atividade e queira desenvolver, siga em frente.

Agora se você procura atividades que possibilitem iniciar um negócio próprio, vamos em frente pois temos ideias muito boas para isso.

1. Motorista de Aplicativo

Esse não é nenhuma novidade para ninguém. Motorista de aplicativo ou como são mais conhecidos, Uber. Apesar de não ser considerado por muitos um negócio de longo prazo, mas complementa a renda e ajuda nas despesas.

Para se tornar um motorista de aplicativo seja ele Uber, 99Taxi ou qualquer outro, você precisará alterar sua carteira de habilitação para uma atividade remunerada e precisa de um veículo que atenda às exigências da gerência do aplicativo.

Uma solução para as pessoas que não tem veículos, é a locação de um. Assim você não ficará com despesas de manutenção, o que é bom, mas terá uma despesa extra, valor do aluguel, que é uma desvantagem. Portanto avalie bem a situação.

2. Marketing Multinivel

Nesse mercado existe uma rejeição muito grande por parte de muitos, principalmente quando se trata de recrutamento de pessoas para a sistema.

O marketing multinivel ou marketing de rede, consiste da utilização do network das pessoas para distribuir produtos a seus amigos e familiares. A isso soma-se o cadastramento de pessoas direta ou indiretamente a você. O ganho potencial aliando vendas a cadastramento é absurdamente elevado quando feito da forma correta.

Para ingressar ao MMN de uma empresa, o interessado efetua o pagamento de um pacote, onde geralmente o pacote de maior valor proporciona melhores ganhos. O aporte financeiro efetuado, frente a possibilidade de ganho pelo trabalho em conjunto acaba se tornando irrisório.

Porém tome muito cuidado, pois hoje no Brasil existem inúmeras empresas de MMN e no meio delas estão as pirâmides financeiras prometendo ganhos que na verdade não podem ser pagos a longo prazo. Fuja de empresas nesse formato que oferecem rendimentos mensais ou diários com pseudo produtos, pois essas estão apenas tentando tirar seu dinheiro.

3. Confeiteiro

Muitas pessoas estão fazendo curso de confeiteiro para vender bolo no pote. Essa é uma atividade de baixo investimento para implantação e a margem de lucro é alta.

A princípio você pode iniciar em sua casa, usando seus utensílios para confeccionar tudo e vender para seus vizinhos, amigos e familiares.

Um curso de bolo no pote custa mais ou menos R$50,00 os mais simples, que tem disponível no Facebook. Inclusive já encontrei diversos diretamente no YouTube e de graça. Portanto vale a pena conferir.

4. Marketing Digital

Essa é uma atividade um tanto quanto difícil de ter resultado com pouco tempo e caso a pessoa interessada tenha problemas com o entendimento de todo o sistema, pode ficar muito caro. Existem cursos gratuitos disponíveis na internet, mas o fino da coisa é você que precisa destrinchar.

Com o marketing digital, você pode ganhar dinheiro vendendo info-produtos ou produtos físicos como é o caso da hotmart, monetizze e eduzz, como pode também ganhar com afiliados, que clicam em seus anúncios diretamente em seu site, como é o caso da outbrain, taboola ou AdSense.

O conteúdo de marketing digital é muito extenso tornando impossível descrever em apenas um artigo imagine como apenas um tópico. Caso pretenda se aprofundar no assunto, aconselho que pesquise primeiramente as empresas que mencionei aqui e depois se aprofunde.

O potencial de ganho mensal dentro do marketing digital é monstruoso e tudo isso sem sair de casa, bastando apenas um computador e acesso a internet. Essas são as ferramentas que inicialmente um profissional de marketing digital necessita.

5. Técnico de Reparo de Celular

Um dos dispositivos presente em 99% dos lares do brasileiro é o celular. Hoje em dia no Brasil atingiu-se a média de dois celulares por pessoa, agora imagine a quantidade que dá defeito, quebram a tela ou aparece algum tipo de problema.

Essa é uma área pouco explorada por profissionais. Quando me refiro a profissionais, são os habilitados a mexer com determinado modelo ou sistema operacional, não o curioso que nunca fez curso algum e diz saber arrumar qualquer problema.

Primeiramente, você nunca deve deixar seu celular com qualquer técnico. Procure saber primeiro se ele é habilitado.

Caso você opte por um curso de manutenção de celular, o investimento será um pouco mais alto pois será necessário pagar o curso, comprar todo o ferramental necessário e ainda adquirir peças de reposição e ter em estoque para atender seus clientes.

Um ponto fixo para atendimento de seus clientes também é importante, mas se você usar a criatividade, talvez seja possível realizar atendimento personalizado na residência deste cliente.

Por enquanto chegamos ao fim dos modelos de negócios de baixo investimento que propomos nesse artigo. Estamos dizendo por enquanto, pois tão logo encontremos novos modelos atualizaremos o artigo.